Nova York, 2 jun (EFE).- O banco americano Morgan Stanley anunciou hoje que quer aumentar seu capital em US$ 2,2 bilhões, a partir de uma oferta de ações que visa a devolver os US$ 10 bilhões que recebeu do Governo dos Estados Unidos em 2008.

O banco de investimento busca, assim, a satisfazer uma das exigências das autoridades reguladoras aos bancos que querem reembolsar com rapidez as contribuições recebidas através do Programa de Alívio de Ativos Problemáticos (Tarp), como é a de demonstrar que têm acesso aos mercados de capital.

O Morgan Stanley informou que emitirá ao redor de 80 milhões de ações a um preço de US$ 27,44 por título, pouco mais de 8% abaixo do valor ao que cotaram na segunda-feira, no fechamento de Wall Street.

A entidade financeira considera que, uma vez que se tenha completado seu aumento de capital, terá satisfeito os critérios colocados pelo Governo dos EUA para devolver os fundos e "espera fazê-lo assim antes de finais de junho", como disse em comunicado.

O Morgan Stanley seguiu hoje os passos dados na segunda-feira pelo JPMorgan Chase e a American Express, que anunciaram ampliações de capital de US$ 5 bilhões e US$ 500 milhões, respectivamente. EFE dvg/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.