Moratinos diz que praticamente todos os líderes irão à cúpula

Madri, 6 mai (EFE).- O ministro espanhol de Assuntos Exteriores, Miguel Ángel Moratinos, se mostrou hoje convencido de que a cúpula UE-América Latina e Caribe (ALC) prevista em Madri nos próximos 17 e 18 de maio será um "sucesso" e contará com "a praticamente todos" os líderes dos 60 países convocados.

EFE |

Madri, 6 mai (EFE).- O ministro espanhol de Assuntos Exteriores, Miguel Ángel Moratinos, se mostrou hoje convencido de que a cúpula UE-América Latina e Caribe (ALC) prevista em Madri nos próximos 17 e 18 de maio será um "sucesso" e contará com "a praticamente todos" os líderes dos 60 países convocados. Moratinos não confirmou se o presidente de Honduras, Porfirio Lobo, estará entre os presentes, depois que países como o Brasil, Venezuela, Equador e Bolívia tenham ameaçado não participarem da cúpula se o líder hondurenho estiver presente, a quem não reconhecem como governante legítimo. "Posso garantir que haverá uma grande participação. Estou convencido que a cúpula será um sucesso porque já notamos por parte da UE e da América Latina e Caribe o desejo de sucesso e de resultados positivos", comentou. Lobo afirmou ontem, quarta-feira, que se ele é um problema, não irá à cúpula, depois de a Espanha convidar formalmente o governante que assumiu a Presidência em 27 de janeiro. Os países sul-americanos que ameaçam com o boicote alegam que Lobo não é um presidente legítimo, já que as eleições vencidas por ele ocorreram sem ter sido restaurada a ordem constitucional em Honduras, após a derrocada de Manuel Zelaya elo golpe militar em 28 de junho. O Ministério espanhol de Assuntos Exteriores não confirmou ainda se Lobo estará ou não finalmente em Madri. "Uma cúpula não se prepara em duas semanas ou em três meses, mas com muito tempo", acrescentou Moratinos. EFE cpg/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG