La Paz, 21 abr (EFE).- O presidente da Bolívia, Evo Morales, viajou hoje para Nova York para participar do 7º Fórum Permanente para Questões Indígenas da Organização das Nações Unidas (ONU) em meio a denúncias de seu Governo de que está sendo preparado um atentado contra ele.

Uma fonte oficial disse à Agência Efe que Morales, após o Fórum, deve se reunir com a comunidade boliviana de Nova York e realizar um discurso na Universidade de Brow.

A visita de Morales aos Estados Unidos acontece em meio a denúncias do porta-voz da Presidência, Ivan Canelas, que no último domingo afirmou que o presidente da Bolívia corre o risco de sofrer um atentado.

"Existe a informação de que podem atentar contra a vida do presidente Evo Morales", disse Canelas ao jornal boliviano "La Razón".

O porta-voz disse que o presidente boliviano chegou a receber a recomendação de não viajar e afirmou que foram tomados cuidados especiais com a segurança de Morales.

As revelações de Canelas foram feitas um dia após o presidente boliviano dizer que, em 2007, a oposição planejou assassiná-lo e dar um golpe de Estado militar. EFE az/rr/fal

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.