Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Morales vê golpe dos EUA contra Chávez em queda do petróleo

La Paz, 13 dez (EFE).- Até a queda aos preços do petróleo o presidente boliviano Evo Morales atribui ao Império - referindo-se a um suposto golpe dos Estados Unidos contra seu colega e aliado venezuelano, Hugo Chávez, sem, no entanto, traçar nenhum argumento lógico que ligue o Governo americano aos preços do combustível.

EFE |

Em discurso no departamento (estado) de Beni, no nordeste da Bolívia, Morales disse que a queda em nível internacional do preço do petróleo pode ser provocada "para castigar Governos revolucionários", entre os quais citou o do venezuelano de Hugo Chávez e de alguns países petroleiros do Oriente Médio.

"O Império infelizmente sabe usar esses sistemas financeiros como para castigar alguém", lançou o presidente boliviano.

Morales fez estas declarações na localidade de Riberalta, onde declarou "livre de analfabetismo" o departamento amazônico de Beni, o nono e último da Bolívia a cumprir esta meta, para o que se contou com a cooperação de Cuba e Venezuela. EFE lav/jp

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG