Morales se reunirá com diplomata americano e denunciará conspiração

La Paz, 13 jul (EFE).- O presidente da Bolívia, Evo Morales, confirmou hoje que se reunirá em breve com o chefe da diplomacia dos Estados Unidos para a América Latina, Thomas Shannon, e que reforçará as denúncias de uma conspiração que existiria contra seu Governo.

EFE |

"Como Presidente dos bolivianos receberei o senhor Shannon no Palacio de Governo para conversar sinceramente com ele sobre os problemas e os atos de conspiração que denunciamos", disse Morales, segundo a Agência Boliviana de Informação (ABI).

A reunião será realizada no próximo dia 21 de julho.

Morales também disse que discutirá com Shannon sobre investimento e "cooperação incondicional" e analisará a relação bilateral com o propósito de melhorar as relações entre Bolívia e EUA "com base no respeito mútuo".

O chefe de Estado acusou várias vezes o embaixador americano na Bolívia, Philip Goldberg, de liderar um suposto complô da direita boliviana para tirá-lo do poder.

Há uma semana, Goldberg se reuniu com Morales com o propósito de trabalhar em uma agenda que permita "recompor relações", depois que o americano foi chamado a consultas por Washington em meados de junho passado. EFE ja/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG