Morales propõe escola de defesa regional com sede na Bolívia

La Paz, 23 jul (EFE).- O presidente da Bolívia, Evo Morales, anunciou hoje que proporá a criação de uma Escola de Defesa Regional com sede na Bolívia.

EFE |

Em entrevista em La Paz, o chefe de Estado disse que o objetivo da iniciativa é permitir que as Forças Armadas dos países sul-americanos não dependam do Comando Sul dos Estados Unidos, como aconteceu em Honduras, onde, segundo Morales, os militares americanos tomaram parte do golpe de Estado ocorrido no país.

"Será uma escola de defesa regional com nossa própria doutrina", afirmou.

A proposta para a construção desta escola será feita na próxima cúpula da Aliança Bolivariana para as Américas (Alba). O encontro, que será realizado na região boliviana de Cochabamba (centro), aconteceria em 25 de setembro, mas será remarcado porque, entre os dias 23 e 27 desse mês, a ONU também promoverá um encontro.

Morales também criticou o fato de, todos os anos, o Comando Sul dos EUA realizar um treinamento na América Latina sob o nome Forças Comando.

"Em 2007, estas Forças Comando fizeram seu treinamento em Honduras. Certamente, as (forças) bolivianas não participaram", como acontecia antes, afirmou.

O chefe de Estado aproveitou para cumprimentar os oficiais bolivianos pela verdadeira transformação pela qual as Forças Armadas passam atualmente. Ele disse ainda que existe uma nova geração de militares que o ajuda "em temas sociais e também estruturais, como a recuperação dos recursos naturais e dos hidrocarbonetos". EFE lav/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG