Morales proclama vitória em referendo na Bolívia

Por Simon Gardner E Eduardo Garcia LA PAZ(Reuters) - O presidente boliviano, Evo Morales, proclamou a vitória em um referendo revogatório no domingo, mas continuará a enfrentar duras batalhas com oponentes direitistas que estão bloqueando sua agenda de reformas socialista.

Reuters |

O referendo colocou Morales contra governadores que pressionam por autonomia para suas províncias.

Morales, primeiro líder indígena do país, espera que a vitória permita que faça mudanças como nacionalizações, redistribuição de terras e uma Constituição com o objetivo de dar mais poderes aos pobres.

'O que o povo boliviano demonstrou com seus votos hoje é a consolidação da mudança', disse Morales a milhares de partidários reunidos no palácio presidencial em La Paz.

'Estamos aqui para avançar com a recuperação de nossas fontes naturais, a consolidação da nacionalização, e a tomada estatal das empresas'.

Pesquisas de boca de urna não oficiais mostraram que Morales levou mais de 60 por cento dos votos -- mais do que os 53,7 por cento de quando foi eleito em 2005.

Morales, que assumiu em janeiro de 2006, tinha convocado o referendo para aceitar um desafio lançado pela oposição, que tem bloqueado seu plano de instaurar uma Constituição socialista.

(Com reportagem adicional de Rodrigo Martinez em Chapare e Carlos A. Quiroga em La Paz)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG