Morales pede ajuda a Putin para combater narcotráfico

Caracas, 2 abr (EFE).- O presidente boliviano, Evo Morales, confirmou nesta sexta-feira que pedirá ao primeiro-ministro russo, Vladimir Putin, um crédito para comprar helicópteros destinados à luta contra o narcotráfico.

EFE |

A declaração de Morales, que chegou na tarde de hoje a Caracas, aconteceu na entrada do palácio de Miraflores, sede do Governo, em companhia do presidente venezuelano, Hugo Chávez, e momentos antes de começar a reunião com Putin, que fez uma visita de trabalho à Venezuela.

"Temos necessidade urgente de nos equiparmos com helicópteros para lutar contra o narcotráfico e necessitamos um crédito que nos permita sua compra", disse Morales.

O governante boliviano explicou que informaram "ao mundo" sobre essa necessidade, mas que só a Rússia se mostrou receptiva.

"Queremos ter acesso a um crédito para adquirir esses equipamentos que a Bolívia precisa", insistiu Morales ao responder aos jornalistas se podia confirmar que o montante dessa negociação poderia estar na ordem dos US$ 100 milhões.

Morales assinalou que sua reunião com o primeiro-ministro russo acontece pelos bons ofícios realizados por Chávez. EFE rr/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG