Morales nomeia governadores interinos em regiões que revogaram mandatários

La Paz, 29 ago (EFE).- O presidente da Bolívia, Evo Morales, nomeou hoje os governadores interinos dos departamentos de La Paz e Cochabamba, cujos dirigentes anteriores, ambos opositores, tiveram seus mandatos revogados no referendo realizado em 10 de agosto.

EFE |

Em um ato realizado no Palácio de Governo, Morales presidiu a posse de Pablo Ramos como governador interino de La Paz e de Rafael Puente para o departamento central de Cochabamba.

Os antigos governadores destas regiões -José Luis Paredes (La Paz) e Manfred Reyes Villa (Cochabamba)- ambos opositores a Morales, tiveram seus mandatos revogados no referendo de 10 de agosto.

Nessa consulta, o presidente Morales e seu vice-presidente, Álvaro García Linera, foram ratificados com 67,4% dos votos favoráveis à sua gestão.

Também ficaram confirmados os outros seis governadores que se submeteram à consulta: os opositores de Santa Cruz, Beni, Pando e Tarija e os governistas de Potosí e Oruro.

Os novos governadores interinos nomeados hoje assumirão o comando dos departamentos de La Paz e Cochabamba até as eleições departamentais nessas regiões, que ocorrerão em 7 dezembro, segundo decretou Morales.

Nesse mesmo dia, a Bolívia realizará o referendo nacional para ratificar sua nova Constituição, segundo a convocação decretada ontem por Morales.

No ato da nomeação dos governadores interinos, Morales pediu que trabalhem "24 horas se for necessário" pelo bem dos departamentos de La Paz e Cochabamba, e com o objetivo de buscar o equilíbrio econômico do país. EFE sam/gs

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG