Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Morales não devolverá imposto sobre hidrocarbonetos aos departamentos

La Paz, 6 jul (EFE).- O presidente da Bolívia, Evo Morales, descartou hoje a possibilidade de devolver às regiões os recursos do Imposto Direto sobre os Hidrocarbonetos (IDH), como exigiram por meio de uma carta cinco governadores regionais de oposição.

EFE |

Em discurso no departamento de Cochabamba (centro), Morales disse que somente se os idosos estiverem de acordo devolverá a parte do IDH, que antes era destinado aos departamentos e agora serve para pagar uma pensão vitalícia não contributiva aos maiores de 60 anos, chamada de "Renda Dignidade".

"Alguns governadores regionais estão dizendo para devolver o dinheiro do IDH aos departamentos. Se nossos avós disserem para devolver, o dinheiro será devolvido", afirmou.

Segundo a imprensa boliviana, governadores regionais, em carta dirigida ao presidente boliviano, ameaçaram fazer mobilizações, caso não recebam até a próxima terça-feira uma resposta positiva do Executivo à exigência.

Já o ministro da Fazenda boliviano, Luis Arce, disse à televisão estatal que os nove departamentos da Bolívia recebem mais receita pelo IDH do que o estipulado, devido à alta dos preços internacionais.

"Os departamentos estão recebendo pelo IDH mais dinheiro do que haviam orçado", afirmou Arce, que calculou o aumento em quase US$ 2 milhões.

"Não há desculpa econômica sobre este assunto", afirmou o ministro que explicou que os departamentos previram receber US$ 110 milhões, entretanto, estão recebendo quase US$ 112 milhões, mesmo após destinar 30% da receita do IDH ao pagamento da "Renda Dignidade". EFE az/rb/gs

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG