LA PAZ - O presidente boliviano, Evo Morales, estava em uma partida de futebol em La Paz, no momento em que começavam as votações no referendo pelo estatuto autonômico da principal região econômica da Bolívia, Santa Cruz de la Sierra.

Morales, que também joga futebol em uma equipe da polícia em um campeonato de torcedores, chegou às 7h30 locais no regimento da escolta presidencial "Colorados de Bolivia", onde tomou café da manhã e entregou dois veículos para o transporte da tropa.

EFE
Evo joga futebol em dia de referendo
Depois, Morales viajou a um pequeno povoado mineiro no departamento de Cochabamba, onde permanecerá durante todo o dia, segundo informes da presidência.

Também pela manhã, às 8h30 locais, um canal de TV transmitiu uma declaração do presidente da Venezuela, Hugo Chávez, sobre a situação da Bolívia, na qual reiterou seu apoio a Morales.

"Nesse mesmo momento há um povo grande, um povo patriota ameaçado pelo império do lado de fora e pelos lacaios do lado de dentro. A Bolívia enfrenta horas dramáticas e está sendo estremecida por um plano imperialista. Expressamos nossa solidariedade ao presidente", disse Chávez.

"Que continuem em seu caminho para conquistar para aquele povo irmão e querido, para a aquela nação irmã e querida, e que ainda leva o nome de (Simón) Bolívar, toda a felicidade possível", afirmou o venezuelano no programa "Alô Presidente".

A votação do referendo autonômico de Santa Cruz começou hoje às 8h locais. Estão habilitados a votar 935.527 pessoas, cem mil a mais do que no referendo nacional sobre autonomias de 2006.

Leia mais sobre: Evo Morales

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.