La Paz, 22 jan (EFE).- O presidente da Bolívia, Evo Morales, renovou seu mandato no cargo após fazer seu juramento em cerimônia oficial realizada na Assembleia Legislativa Plurinacional (Parlamento boliviano).

Morales iniciou hoje um novo mandato para o período 2010-2015 em um ato que contou com a presença dos presidentes de Venezuela, Equador, Chile e Paraguai e do herdeiro da Coroa espanhola, o príncipe Felipe de Borbón, entre outros convidados estrangeiros.

Na cerimônia, o governante estreou faixa e medalha presidenciais como símbolos do Estado Plurinacional estabelecido na nova Constituição do país e que Morales inaugura nesta segunda gestão.

A antiga faixa e medalha presidencial foram entregues por Morales e transferidas ao Palácio de Governo.

Fiel ao seu estilo, Morales vestia roupas escuras e adornos com motivos da cultura indígena boliviana. Ele jurou seu cargo "pela pátria e pelo povo boliviano" com a mão esquerda erguida e a mão direita sobre o coração, sinal que identifica seu partido, o Movimento ao Socialismo (MAS).

Antes, Álvaro García Linera renovou seu mandato como vice-presidente da Bolívia, cargo que acumula com a Presidência da Assembleia Legislativa Plurinacional, integrada pelo Senado e pela Câmara dos Deputados.

Nos arredores da Praça Murillo, onde fica a Assembleia Legislativa, milhares de eleitores de Morales, entre eles muitos indígenas de várias regiões da Bolívia, receberam com alegria o novo mandato do presidente. EFE sam-ja/bba

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.