Morales e Lula assinarão acordos para pavimentar estrada na Bolívia

O presidente da Bolívia, Evo Morales, anunciou nesta sexta-feira que se reunirá, em 15 de janeiro, com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, para avalizar o financiamento de uma obra de pavimentação, que unirá duas regiões bolivianas, concedido à empreiteira brasileira OAS.

AFP |

"Em 15 de janeiro do próximo ano, haverá uma reunião bilateral, um encontro na fronteira com o Brasil, em Puerto Suárez, para firmar novos créditos que permitam continuar integrando, mediante estradas, os diferentes departamentos da Bolívia", informou Morales.

Evo Morales, que fez o anúncio durante a visita a um quartel militar em La Paz, acrescentou que o acordo será para "avalizar o financiamento da (estrada) Villa Tunari-San Ignacio de Moxos", de 303 km.

Villa Tunari fica no coração "cocalero" do departamento de Cochabamba (centro), reduto político do presidente, e San Ignacio de Moxos, na região amazônica de Beni (nordeste).

Em agosto passado, o governo boliviano autorizou a construção da estrada pela empresa privada brasileira OAS, ao custo de 415 milhões de dólares.

O presidente boliviano não esclareceu o alcance do acordo que será assinado com Lula em janeiro.

jac/tt

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG