Morales diz que vitória de Obama traz esperança ao mundo

La Paz, 5 nov (EFE) - O presidente da Bolívia, Evo Morales, disse hoje que o mundo deu a volta com o triunfo do democrata Barack Obama nas eleições dos Estados Unidos. Não sei o que está acontecendo no mundo (...

EFE |

). Na Bolívia, um índio presidente; Nos Estados Unidos, um negro presidente. O mundo deu a volta", disse Morales durante um ato no qual declarou livre de analfabetismo a cidade de La Paz.

Morales, de etnia aimara, lembrou que seus pais foram alvo de atos discriminatórios na zona andina da Bolívia, algo similar ao que aconteceu com os negros nos EUA nas universidades no século passado.

"Da escravidão a presidente, do povo a presidente. Eu sinto, irmãos e irmãs, que o mundo de verdade está mudando", acrescentou o líder ao comentar a vitória de Obama.

"O que acontecerá com o presidente eleito Obama? Sinto, como ouvi nos noticiários, que há uma grande esperança não somente nos EUA, mas no mundo inteiro", afirmou.

Segundo Morales, as mudanças são sempre difíceis, como, em sua opinião, demonstraram os casos do líder cubano Fidel Castro e do presidente venezuelano, Hugo Chávez, que dão ajuda incondicional à Bolívia e são parte do "internacionalismo revolucionário".

Uma dessas ajudas está voltada a erradicar da Bolívia o analfabetismo até o fim do ano, de tal forma que este país se transforme no terceiro da região em que todos sabem ler, após Cuba e Venezuela.

O governante também insistiu em seu desejo de que Obama levante o bloqueio econômico imposto pelos EUA a Cuba e retire suas tropas do Iraque.

Ao mesmo tempo, se mostrou seguro de que, no futuro, melhorarão as relações bilaterais entre Bolívia e EUA, gravemente deterioradas desde que, em setembro, Morales declarou "persona non grata" o embaixador americano e Washington fez o mesmo com o boliviano. EFE ja/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG