Morales diz que opositor Reyes Villa fugiu aos EUA

La Paz, 31 dez (EFE).- O presidente da Bolívia, Evo Morales, disse hoje que, segundo informações que recebeu, o ex-candidato presidencial opositor Manfred Reyes Villa fugiu para os Estados Unidos.

EFE |

"Quer que diga a verdade? Ao voltar de Copenhague (onde assistiu à cúpula climática) disse: se ainda estiver na Bolívia, detenham-no, e a informação que tenho é que Manfred já está nos Estados Unidos", disse Morales a um jornalista, em entrevista coletiva na qual abordou diversos temas.

A Agência Efe tentou, sem sucesso, comunicar-se com os porta-vozes de Reyes Villa para verificar a informação de Morales, que acusou o Poder Judiciário e a Polícia de ter permitido a suposta fuga do opositor.

Um procurador de Cochabamba emitiu na quarta-feira uma ordem de detenção contra Reyes Villa e sua esposa, Patricia Avilés, para que respondam a uma denúncia sobre o suposto uso de documentos falsificados feita pelo Governo de Cochabamba.

Trata-se de uma das diversas denúncias que, a pedido do Governo de Evo Morales e do Governo de Cochabamba, foram apresentadas contra Reyes Villa por supostos crimes cometidos durante sua gestão como governador, até agosto de 2008.

O ex-candidato presidencial anunciou há 16 dias à imprensa que não aparecerá em público, pelo temor de ser detido por razões políticas, já que se considera um perseguido pelo Governo de Evo Morales, mas também disse que não sairia da Bolívia. EFE ja/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG