Morales diz que EUA têm escritórios ocultos em região cocaleira

La Paz, 2 ago (EFE).- O presidente da Bolívia, Evo Morales, denunciou hoje que a agência antidrogas dos Estados Unidos (DEA, na sigla em inglês) ainda tem alguns escritórios muito ocultos na região cocaleira de Chapare, no centro do país.

EFE |

"Tenho a informação de que ainda há alguns escritórios (da DEA) muito ocultos", revelou Morales em discurso em Warisata, reduto no planalto andino dos indígenas radicais conhecidos como Ponchos Vermelhos, partidários do presidente boliviano.

A denúncia foi feita por Morales durante um ato em que foi anunciada a criação das três primeiras universidades indígenas do país.

As relações bilaterais entre Bolívia e EUA estão abaladas pelos contínuos atritos que acontecem desde que Morales chegou ao poder em janeiro de 2006.

Um momento crítico aconteceu em 9 de junho, quando uma multidão protestou violentamente contra a Embaixada dos EUA em La Paz pelos americanos terem concedido asilo político ao ex-ministro Carlos Sánchez Berzaín, acusado na Bolívia de genocídio.

Pouco depois, os voluntários da agência americana para o desenvolvimento internacional (USAID) abandonaram Chapare após serem ameaçados por camponeses que lhes acusaram de conspirar contra Morales. EFE az/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG