Morales diz que conversará com opositores após promulgar Carta

La Paz - O presidente da Bolívia, Evo Morales, anunciou nesta quarta-feira que convidará os governadores opositores do país, quando for promulgada a nova Constituição, para escutar suas propostas sobre a implantação da Carta.

EFE |

O presidente boliviano fez o anúncio no final desta terça-feira, após uma reunião com seus ministros e altos funcionários para desenhar o plano de aplicação do novo texto constitucional do país.

"Uma vez promulgada a Constituição convidarei, de maneira individual, os governadores de Tarija (Mario Cossío), Santa Cruz (Rubén Costas) e Beni (Ernesto Suárez) para ouvir suas propostas", afirmou o líder.

"É importante a participação deles para aplicar e aplicar as autonomias nos diferentes departamentos (estados)", assegurou.

A reunião desta quarta, a primeira de Morales com sua equipe para discutir a aplicação da nova Carta Magna, segundo o próprio presidente "não foi suficiente para chegar a conclusões concretas".

Morales disse que, por isso, a reunião deve continuar amanhã no gabinete de ministros.

O líder boliviano voltou a afirmar que a aplicação da nova Constituição será "paulatina e respeitando a vontade soberana do povo" e admitiu que não será uma tarefa fácil.

Leia mais sobre: Evo Morales

    Leia tudo sobre: evo morales

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG