La Paz, 22 jun (EFE).- O presidente da Bolívia, Evo Morales, afirmou hoje que o chefe de Estado peruano, Alan García, e o ex-líder dos Estados Unidos George W.

Bush estão entre "os piores presidentes do mundo".

Em discurso em Totora, Cochabamba, centro, transmitido pela rádio estatal, Morales insistiu em que não tem por que se desculpar por criticar o sistema capitalista e os tratados de livre-comércio com aqueles que considera "os piores presidentes do mundo (...), se não é George Bush nos Estados Unidos, agora (é) Alan García".

As relações entre Bolívia e Peru passam por um momento delicado devido à troca de acusações entre os Governos por causa do refúgio concedido por Lima a três ex-ministros bolivianos reivindicados pela justiça de La Paz e dos confrontos em Baguá, em solo peruano, que já deixaram 34 mortos (24 policiais e 10 indígenas).

Esta tensão levou o Governo de Alan García a chamar a consultas seu embaixador em La Paz, depois que Morales qualificasse o conflito de Baguá de "genocídio".

A Chancelaria do Peru quer que o presidente boliviano peça desculpas pela afirmação, depois que as Nações Unidas afirmaram que "não existem elementos" para qualificar de "genocídio" o ocorrido.

EFE sam/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.