Buenos Aires, 23 abr (EFE).- O presidente da Bolívia, Evo Morales, deu hoje ao próximo presidente do Paraguai, Fernando Lugo, as boas-vindas ao Eixo do mal e propôs a ele a mudança do nome desse suposto grupo de países batizado pelos Estados Unidos por Eixo da humanidade.

Em declarações feitas em Nova York ao jornal "Crítica" de Buenos Aires, Morales disse que o primeiro telefonema que fez ao chegar à cidade americana foi para parabenizar o ex-bispo, que venceu as eleições presidenciais paraguaias no domingo passado.

"Eu disse a ele: 'Companheiro, bem-vindo ao Eixo do mal. Temos que trocar o nome (do grupo) e chamá-lo de Eixo da humanidade'", comentou o presidente boliviano.

Morales, que não conhece Lugo pessoalmente, afirmou que "ele é um companheiro e será muito importante para as democracias libertadoras da região".

"Acabou outro Governo pró-ianque. Lugo representa a mudança e é um exemplo para todo o continente. Espero me encontrar com ele em breve", apontou.

Para Morales, os passos seguintes no "Eixo da humanidade" são Peru e Colômbia.

"Debato com sinceridade com o presidente colombiano Álvaro Uribe.

Admiro sua coerência com o que pensa. Somos diferentes, mas debatemos. Espero que os companheiros que seguem a luta armada na Colômbia pensem melhor esse método. Não é hora de guerrilha, mas de democracias libertadoras", acrescentou. EFE cw/ev/fb

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.