O presidente da Bolívia, Evo Morales, promulgou nesta segunda-feira a lei que convoca para 10 de agosto o referendo revogatório de seu mandato, do vice-presidente e de nove prefeitos, seis deles opositores.

"Promulgo esta lei sancionada pelo Congresso Nacional, uma lei de referendo revogatório para mandato popular, promulgo uma lei principalmente em respeito à Constituição Política do Estado boliviano e por respeito ao Congresso nacional, portanto, em respeito à legalidade de nosso país", disse Morales em uma cerimônia na sede presidencial.

rb/fb/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.