Morales apresenta 2 novos documentos para negociar com a oposição

Cochabamba (Bolívia), 18 set (EFE).- O presidente da Bolívia, Evo Morales, apresentou hoje dois novos documentos e propostas para que a oposição os assine dentro do diálogo que acontece em Cochabamba, apesar de já existir um acordo base para a negociação.

EFE |

As iniciativas do líder foram explicadas pelo porta-voz Ivan Canelas, enquanto continua, há 11 horas, a reunião de Morales com os governadores e líderes dos partidos opositores no Congresso Nacional, na presença de observadores nacionais e internacionais.

Os documentos que Morales apresentou à oposição são mais curtos e acrescentam novos temas ao pré-acordo, assinado na terça-feira pelos governadores autonomistas.

Um dos "novos" documentos trata basicamente das questões discutidas com a oposição para o debate sobre: a Constituição promovida por Morales, as autonomias departamentais (estaduais) e a divisão entre o Estado e as regiões da receita relativa à exploração de petróleo.

Morales também oferece a "viabilização" da convocação dos dois referendos para validar o projeto da nova Constituição.

Em outro documento, com o intuito de aprofundar a descentralização, Morales sugere incluir na negociação a eleição de todos os conselheiros departamentais e dos 112 subprefeitos das províncias (unidades territoriais menores que os departamentos) .

Inicialmente, Canelas declarou que Morales, para pacificar o país, teria proposto a suspensão dos bloqueios que os setores camponeses afins ao Governo promovem em Santa Cruz, centro opositor ao Governo.

Canelas enfatizou que Morales está tentando ajudar a "salvar" a feira econômica internacional de Santa Cruz, que começa amanhã. EFE ja/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG