La Paz, 31 jul (EFE).- O chefe de Estado boliviano, Evo Morales, anunciou hoje o adiamento da visita do presidente Luiz Inácio Lula da Silva à Bolívia para 22 de agosto, informou a agência estatal ABI.

Em um ato no departamento (estado) boliviano de Cochabamba, Morales lembrou que o principal objetivo da visita de Lula será definir a concessão de um crédito de US$ 300 milhões para a construção de uma estrada na região.

"Quero dizer que em 22 de agosto, o companheiro Lula visitará (a cidade de) Villa Tunari. Pedimos sua presença, companheiros.

Estaremos vendo de perto o companheiro Lula, presidente de um país tão grande como o Brasil", disse Morales em um evento para a entrega de equipamentos esportivos.

O presidente boliviano não explicou os motivos da mudança de data da visita de Lula à Bolívia, prevista inicialmente para o próximo dia 9.

Segundo Morales, Lula é um "companheiro muito solidário, ex-dirigente operário e agora presidente", e destacou que os dois, antes de serem chefes de Estado de seus países, foram dirigentes sociais.

"Imaginem como a América Latina vem mudando", concluiu o presidente boliviano. EFE vs/bba

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.