Morales anuncia plano de erradicação da pobreza extrema na Bolívia

La Paz, 15 nov (EFE).- O presidente da Bolívia, Evo Morales, anunciou neste sábado o começo a partir de fevereiro de 2009 de um plano de erradicação da extrema pobreza que contará com o apoio financeiro do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

EFE |

Morales fez este anúncio em declarações aos meios de comunicação depois de se reunir com o vice-presidente deste organismo, Santiago Levy, e se mostrou esperançoso em "acelerar" a partir do próximo ano o plano para melhorar a qualidade de vida dos cidadãos mais desfavorecidos do país.

"Temos excelentes relações com o BID e junto com o Ministério do Planejamento do Desenvolvimento vamos trabalhar para erradicar a extrema pobreza", afirmou.

O programa está inscrito no Plano Nacional de Desenvolvimento promovido pelo Governo Morales e buscará "fazer investimentos maciços integrais em municípios nas áreas de infra-estruturas, serviços básicos e na potencialidade econômica dos municípios", explicou o ministro do Planejamento do Desenvolvimento, Carlos Villegas.

Deste modo, o plano gerará "emprego, renda e sustentabilidade no tempo", disse o ministro que espera contar com os primeiros resultados em "dois ou três anos".

Segundo o ministro, 27,7% da população boliviana (3,2 milhões de cidadãos aproximadamente) vivem em condições de extrema pobreza, o que o transforma em um dos países mais pobres da América Latina. EFE lav/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG