Santiago do Chile, 15 set (EFE).- O presidente da Bolívia, Evo Morales, agradeceu hoje em Santiago pela cúpula da União de Nações Sul-americanas (Unasul) e destacou que foi convocada para defender a união e a democracia em seu país.

"Venho aqui à convocação da Presidência da Unasul a explicar aos presidentes da América do Sul sobre um golpe de Estado cívico-governamental de alguns departamentos nos últimos dias", afirmou Morales em sua chegada à capital chilena.

Segundo ele, esse golpe se manifestou "com a tomada de instituições, saques, roubos a entidades do Estado, tentativas de assalto à Polícia nacional, às Forças Armadas, além de ações terroristas como bloquear gasodutos".

Morales agradeceu ao "povo chileno e ao sul-americano" pela convocação da presidente Michelle Bachelet de uma reunião. O líder boliviano também destacou as distintas manifestações de apoio dos governantes da região que defenderam a unidade da Bolívia. EFE pg/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.