LA PAZ - O presidente da Bolívia, Evo Morales, afirmou, nesta sexta-feira, que atualmente nove países da América Latina integram o eixo do mal. De acordo com ele, o apelido foi colocado no bloco da Aliança Bolivariana para as Américas (Alba) pelo ex-presidente dos Estados Unidos George W. Bush.

Reuters
Evo Morales em cerimônia do governo de entrega de 170 ambulâncias

Em um ato de comemoração dos 30 anos da principal organização sindical camponesa boliviana, Morales lembrou que o bloco "anti-imperialista" da Alba foi criado inicialmente pelos líderes de Cuba, Fidel Castro, e da Venezuela, Hugo Chávez.

"O ex-presidente dos EUA não o nomeou grupo Alba, mas 'eixo do mal'. A Bolívia se incorporou e o eixo do mal começou a crescer.

Agora somos nove países, nove presidentes no 'eixo do mal' chamado Alba", ironizou o líder.

Nesta sextam o presidente boliviano confirmou que a próxima reunião dos nove países será realizada em setembro em Cochabamba, ao centro da Bolívia, apesar de ainda não ter sido fixada uma data para o encontro.

Ele também anunciou que os movimentos sociais e indígenas dos países que formam o bloco realizarão uma cúpula paralela à reunião dos governantes.

Venezuela e Cuba fundaram a Alba em dezembro de 2004, em oposição à Área de Livre Comércio das Américas (Alca) promovida pelos Estados Unidos. A Bolívia aderiu ao bloco em 2006.

Além disso, fazem parte do mesmo Nicarágua, Honduras, Dominica, São Vicente e Granadinas, Antígua e Barbuda e Equador, que entrou nesta semana no bloco, durante uma cúpula realizada na Venezuela.


Leia mais sobre Alba

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.