capitalismo selvagem - Mundo - iG" /

Morales acusa CIA de agir contra quem não aceita o capitalismo selvagem

La Paz, 26 fev (EFE).- O presidente da Bolívia, Evo Morales, acusou hoje a CIA (Central de Inteligência Americana) de comandar operações encobertas contra os Governos que não fazem parte de um sistema capitalista selvagem e desumano que traz pobreza e saque aos recursos naturais.

EFE |

Em discurso durante a inauguração da Academia Nacional de Polícia, Morales aproveitou para reiterar sua denúncia sobre a infiltração da CIA na companhia petrolífera estatal Yacimientos Petrolíferos Fiscales Bolivianos (YPFB), envolvida em um escândalo de corrupção.

"A CIA tem a missão de (...) acabar com os inimigos do capitalismo no mundo todo", afirmou o presidente boliviano.

Segundo Morales, a agência americana infiltrou na YPFB o ex-capitão de Polícia Rodrigo Carrasco, que foi gerente comercial da companhia petrolífera estatal.

A Embaixada dos Estados Unidos em La Paz rejeitou ontem as acusações do governante boliviano, e lamentou a "nova tentativa de utilizar os Estados Unidos como uma ficha nos assuntos internos da Bolívia".

A YPFB foi atingida por um escândalo de corrupção que levou Morales a destituir seu presidente, Santos Ramírez, que se encontra em prisão preventiva por sua suposta participação no caso.

Hoje, Morales disse que a atitude dos EUA de negarem a infiltração da CIA em estruturas do Estado boliviano é uma falta de respeito à verdade. EFE sam/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG