Moradores invadem usina que contaminou 600 crianças com chumbo na China

Centenas de pessoas invadiram uma usina de derretimento de chumbo na província de Shaanxi, na China, nesta segunda-feira, depois que o local foi apontado por autoridades como responsável pelo envenenamento de mais de 600 crianças. Moradores de dois vilarejos derrubaram uma cerca de 300 metros e destruíram caminhões e outros veículos que abasteciam as caldeiras da fundição Dongling, no condado de Changqing.

BBC Brasil |

Centenas de policiais foram enviados ao local para tentar restabelecer a ordem.

Horas antes, as autoridades da província haviam anunciado que estavam acelerando os planos para realocar os cerca de mil moradores da região próxima à usina.

Mais de 150 crianças envenenadas estão internadas em hospitais, enquanto as demais estão recebendo tratamento em casa.

Mudança
Segundo o correspondente da BBC em Pequim, Quentin Sommerville, o ar em torno da fundição contém seis vezes mais chumbo que em outras partes de Changqing.

Quando a usina abriu, em 2006, foi criado um plano para realocar todas as pessoas vivendo em um raio de 500 metros do local. Mas o processo se atrasou, e mais de 400 famílias ainda esperam a mudança.

Apesar disso, de acordo com Sommerville, os moradores estão preocupados com o fato de o novo vilarejo não ser longe o suficiente da usina.

Não houve declarações sobre se a empresa ou seus proprietários serão punidos pelo envenenamento.

A intoxicação por chumbo pode provocar danos ao sistema nervoso e, em casos mais graves, levar à morte.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG