Moradores de Diyala repelem ataque da Al Qaeda e matam 12 terroristas

Bagdá, 29 abr (EFE).- Os moradores de uma localidade na província de Diyala repeliram um ataque de membros da Al Qaeda no Iraque e mataram 12 terroristas, enquanto um civil também morreu no confronto, informou hoje o Exército dos Estados Unidos.

EFE |

Segundo um comunicado divulgado pelo comando militar americano, o enfrentamento ocorreu nesta segunda-feira em um povoado não identificado de Diyala, quando membros do "conselho de salvação" (milícias tribais sunitas) Filhos do Iraque e civis combateram os terroristas da Al Qaeda e mataram 12 deles.

Um dos participantes do Filhos do Iraque também morreu e outros três ficaram feridos no conflito. Além disso, vários civis sofreram ferimentos nos enfrentamentos, assinala a nota.

"Os iraquianos estão cansados da violência dos insurgentes e deram um passo adiante para manter a segurança de seus compatriotas", disse Peggy Kageleiry, porta-voz das tropas americanas.

Este tipo de enfrentamento entre a Al Qaeda e milicianos sunitas ajudados por civis acontece de forma repetida na província de Diyala, onde os "conselhos de salvação" conseguiram pressionar a rede terrorista para que se retire de muitos locais que tinham transformado em seus redutos. EFE am/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG