Moradores continuam em área em risco por vulcão na Colômbia

Bogotá, 15 mar (EFE).- As autoridades mantém a ordem para os 7.

EFE |

935 moradores da área do risco em torno do vulcão Galeras, na Colômbia, deixarem o local, mas apenas 134 cumpriram a determinação e os demais permanecem se expondo ao perigo em suas casas.

Embora o alerta do vulcão Galeras, no sudoeste da Colômbia tenha baixado para o nível 2, ou laranja, o comitê de emergências do departamento (estado) de Nariño, no sudoeste do país, mantém a orientação de que as pessoas saiam da área, conforme as regras de segurança.

O alerta foi dado assim que ele entrou em atividade, na sexta-feira.

A coordenadora do Comitê Regional para a Prevenção e Atendimento de Desastres de Nariño (CRPAD), Lina Dorado, disse à agência Efe que as medidas de emergência se mantêm invariáveis e lamentou a teimosia dos moradores.

"As 7.935 pessoas que habitam a zona de maior risco devem sair , mas as pessoas tomaram muita confiança (no vulcão) e a teimosia as leva a permanecer em suas casas".

Apenas 134 pessoas estão nos dez albergues habilitados para recebê-las. EFE jgh/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG