Monstro da Áustria condenado a prisão perpétua e internação psiquiátrica

O austríaco Josef Fritzl, 73 anos, foi condenado nesta quinta-feira a prisão perpétua e internação psiquiátrica por um tribunal de Sankt Polten, por estupro e sequestro da filha durante 24 anos e o assassinato de um dos sete filhos que teve com a vítima.

AFP |

A decisão foi tomada por unamidade pelos oito juízes e transmitida por escrito aos três juízes do tribunal, antes do anúncio do veredicto.

Na quinta-feira, a promotoria havia pedido ao tribunal de Sankt Polten, 60 km a oeste de Viena, a aplicação da "pena máxima", ou seja prisão perpétua, a Josef Fritzl.

afp/fp/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG