Monge põe fogo em templo japonês ao ser atacado por abelhas

TÓQUIO - Um monge japonês que tentava livrar seu monastério de uma colméia entrou em pânico ao ser atacado pelas abelhas e derrubou uma tocha, incendiando completamente o local, afirmou a polícia nesta quinta-feira.

AP |

O monge budista usou uma vareta de madeira com trapos em chamas na ponta para incendiar a colméia, mas deixou tudo cair ao ser atacado pelas abelhas, disse Yuichi Ozaka, responsável pela polícia do Estado de Niigata. O incêndio aconteceu na quarta-feira.

Segundo ele, o monge Atsushi Sato, 41, sofreu queimaduras na orelha, face e mão esquerda, mas não foi picado.

O templo da cidade de Ojiya, norte do Japão, foi totalmente queimado, disse Ozaka.

A polícia disse que as queimaduras de Sato não representam risco.

Leia mais sobre incêndio

    Leia tudo sobre: apincêndio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG