Mohamed al-Fayed não enfrentará acusações por suposto abuso sexual

Londres, 17 fev (EFE).- Mohamed al-Fayed, dono das lojas de departamento britânicas Harrods, não enfrentará acusações pelo suposto abuso sexual de uma menina, informou hoje a Procuradoria do Estado britânico (CPS, em inglês).

EFE |

No ano passado, Al-Fayed foi interrogado pela Polícia em relação a denúncias de agressão sexual contra uma adolescente de 15 anos, apesar do magnata egípcio ter negado as acusações.

As forças da ordem realizaram uma investigação, mas "não existe uma perspectiva realista de uma condenação", afirmou a Procuradoria.

Al-Fayed foi interrogado por uma denúncia apresentada em maio do ano passado sobre uma agressão sexual a uma menor.

A investigação policial do caso ocorreu dentro da operação Safira da Polícia Metropolitana de Londres, que se encarrega de casos de agressões sexuais. EFE pa/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG