Moda masculina retoma as passarelas de Paris com um costureiro brasileiro

Lola Loscos. Paris, 21 jan (EFE).- A moda masculina volta a ocupar as passarelas de Paris a partir de hoje, com 42 desfiles, para apresentar as coleções outono-inverno 2009-2010 dos mais consolidados e promissores costureiros do momento, entre eles o brasileiro Gustavo Lins, que além de peças para o próximo inverno dos homens apresentará o luxo para o verão delas.

EFE |

Hoje, o costureiro do Brasil muito apreciado em Paris por seu talento, simpatia e humor característico, receberá os jornalistas, compradores e profissionais da moda.

Ao todo, 11 passarelas e nove apresentações compõem o calendário oficial do primeiro dos quatro dias previstos na chamada "capital da moda", em aberta concorrência com outras cidades igualmente ativas na moda, como Nova York, Londres e Milão.

O costureiro francês Alexis Mabille, conhecido por suas coleções femininas de luxo, seus característicos laços, e por ter vestido em algumas ocasiões a cantora e esposa do presidente francês, Carla Bruni, abrirá as festividades da moda masculina.

Será seu segundo desfile só para homens e seu entorno ignora por enquanto se todos os modelos levarão sua "assinatura" tradicional, o laço.

Em declarações à Agência Efe lembraram que Mabille sempre criou peças masculinas e fez coleções mistas, "com peças que podiam ser usados por homens e mulheres" como pode ser comprado em seu site.

De fato, nas iminentes jornadas de alta costura para a próxima temporada de verão, que começará no domingo, serão exibidas também criações masculinas, agregaram.

Em 26 de janeiro, sua visão de luxo para as mulheres do verão 2010 evoluirá sobre a passarela, lembraram seus porta-vozes.

Limitada praticamente a três dias e a apenas 19 costureiros, a alta costura começará oficialmente com um único desfile de Josephus Thimister, no domingo 24, em meio a um intenso dia de coleções masculinas, e se prolongará até o dia 28 de janeiro.

O último dia será dedicado exclusivamente, pela primeira vez, as jóias e reunirá as assinaturas célebres como Boucheron, Chaumet, Mellerio Dits Meller e Van Cleef & Arpels.

Chanel, que da mesma forma que Dior apresenta já há alguns anos suas coleções de joalheria durante esta semana de moda, está inscrita para fechar o calendário do luxo parisiense.

Fora da agenda oficial, mas plenamente dentro da pauta dos jornalistas e profissionais, a semana do luxo trará a Paris o primeiro desfile de lençaria da Etam com a manequim Natalia Vodianova, musa da empresa que na temporada passada apresentou suas primeiras criações de lençaria, em um encontro prévio, no hotel de Crillon.

Nesta ocasião, o lugar eleito foi outro grande hotel da capital francesa, o Ritz.

De outro lado, mais longe ainda das entrevistas oficiais, mas em data muito apropriada, chegou a Paris Julia Roberts, quem no início da semana foi vista comprando roupas em algumas lojas da cidade e almoçando no famoso Café de Flore, na boulevard Saint-Germain.

Além de participar ativamente das promoções, a atriz americana poderia aproveitar sua primeira campanha para a empresa Lancôme para contemplar desfiles de luxo como o de John Galliano para Christian Dior, na segunda-feira, e o próximo Chanel de Karl Lagerfeld, na terça-feira.

Seria provável que Lancôme tenha tido de adaptar sua agenda aos pedidos da célebre protagonista de "Prety Woman", como fez Etam com as datas propostas para sua vinda a Paris da também célebre Natalia Vodianova, segundo indicaram à Efe fontes da empresa de lençaria.

EFE lg/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG