Belgrado, 9 mar (EFE).- O suposto criminoso de guerra sérvio Ratko Mladic, foragido há mais de 12 anos, estaria vivendo há cinco anos em um apartamento em Belgrado, segundo a imprensa sérvia.

De acordo com o jornal "Press", Mladic nunca sai do apartamento.

O ex-comandante militar dos sérvios da Bósnia ainda contaria com a ajuda de um colaborador, responsável por lhe entregar alimentos e remédios.

O diário cita fontes que asseguram que Mladic se esconde em Nova Belgrado, a parte moderna da capital com grandes edifícios e arranha-céus.

Segundo as fontes, o suposto criminoso de guerra deixou de manter contato com sua família e amigos para dificultar sua detenção e entrega ao Tribunal Penal Internacional para a Antiga Iugoslávia (TPII), que o acusa de genocídio e outros crimes cometidos durante o conflito bósnio (1992-1995).

A detenção de Mladic é considerada uma prioridade para o Governo sérvio. Sua captura é o principal requisito para que o país possa progredir em seu caminho rumo a uma adesão à União Européia (UE).

EFE sn/plc

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.