O enviado especial americano para o Oriente Médio, George Mitchell, pediu nesta quinta-feira aos Estados árabes que adotem medidas significativas e importantes para reativar a paz com Israel, durante sua visita ao Egito, escala de um giro regional.

"Trabalhamos duro para alcançar nosso objetivo: uma paz global no Oriente Médio que inclua um Estado palestino junto a Israel em paz e segurança", afirmou Mitchell à imprensa no Cairo, depois de se reunir com o ministro egípcio das Relações Exteriores, Ahmed Abul Gheit.

Isto inclui "uma paz entre Israel e seus vizinhos e uma normalização completa das relações entre Israel e o conjunto das nações árabes como estabelece a iniciativa árabe de paz de 2002", disse.

A iniciativa árabe, lançada pela Arábia Saudita, prevê uma normalização entre os países árabes e Israel, em troca da retirada israelense dos territórios árabes ocupados desde junho de 1967, a criação de um Estado palestino e uma solução "igualitária" no capítulo dos refugiados palestinos.

"Como disse o presidente (Barack) Obama no Cairo semana passada, os Estados árabes têm um papel importante que desempenhar (...) Consideramos a iniciativa árabe como uma importante proposta que tentamos integrar em nossos esforços", destacou Mitchell.

"Propor a iniciativa era somente o princípio. Ela supõe responsabilidades que impliquem medidas significativas e ações importantes que nos ajudariam a nos aproximar de nossos objetivos", acrescentou o enviado especial americano, que chegou à capital egípcia procedente de Israel e dos territórios palestinos.

Mitchell viajará depois para a Jordânia, Líbano e Síria.

mon-cjo-an/lm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.