Ele não diz o nome, esconde o rosto e distribui desde terça-feira dinheiro a todas as pessoas no coração de Nova York.

O misterioso benfeitor, que se identifica apenas como "Bill", estava nesta quarta-feira sentado atrás de um guichê improvisado em Times Square, distribuindo dólares a centenas de pessoas sob uma temperatura muito abaixo de zero.

Debaixo de um cartaz com a inscrição "Guichê Salvação", Bill, o rosto escondido por grossos óculos de sol e um gorro de lã, dá pelo menos 50 dólares a cada pessoa, às vezes mais.

Na fila de espera, aguarda-se por mais de cinco horas. "Vou dar um pouco a minha mãe", diz Leon McNeil, 25 anos, ao receber sua nota de cinquenta. Ele foi demitido da loja de departamentos Macy's em dezembro.

Na verdade, o gesto de Bill não é totalmente desinteressado. Ele quer promover um site de anúncios, www.bailoutbooth.com.

Contudo, também quer ajudar, garante um porta-voz, Drew Tybus.

Em troca do dinheiro, as pessoas têm que explicar seus problemas a um assistente que percorre as ruas com um microfone e uma câmera.

"Minha mãe está morrendo", afirma Mario, um homem magro com botas de cauboi.

"Vamos ver o que Bill vai dizer", responde o assistente. Bill decide lhe dar 150 dólares.

Este é o segundo e último dia do "Guichê Salvação" em Nova York. Bill vai seguir para Washington, Boston e Filadélfia, informa o porta-voz, destacando que o filantropo vai distribuir ao todo 500.000 dólares.

"Bill não pode revelar seu nome verdadeiro, por motivos óbvios. Todo mundo sabe que ele tem dinheiro, poderia acontecer alguma coisa", explica Drew Tybus, advertindo: "todos os homens que vocês estão vendo em volta e dentro do guichê são guarda-costas armados".

sms/yw

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.