Mistério cerca duas mortes em mansão incendiada de milionário no R.Unido

Londres, 31 ago (EFE) - O caso de um misterioso incêndio em uma mansão da Inglaterra deu hoje uma virada surpreendente quando a Polícia informou que um dos corpos encontrados há dois dias na casa é o da esposa do milionário dono do imóvel. A autópsia confirmou que um dos corpos é de Jillian Foster, de 49 anos, que foi baleada na cabeça antes do incêndio e era a esposa do empresário Christopher Foster, de 50 anos, confirmou a Polícia, ao abrir uma investigação por possível assassinato. O casal e sua filha Kirstie, de 15 anos, desapareceram desde que um incêndio supostamente provocado destruiu na terça-feira passada a mansão na qual moravam, assim como um estábulo e uma estrebaria adjacentes, no condado de Shropshire (oeste da Inglaterra). Além do corpo de Jillian, identificada graças ao histórico dentário, as forças da ordem encontraram entre os escombros o cadáver de um homem, mas ainda resta fazer a perícia para saber quem é a segunda vítima. Além disso, uma espingarda que pertencia ao milionário foi encontrada perto dos corpos, assim como o cadáver de um cachorro, também com marcas de tiros. Os outros três cães e três cavalos apareceram também com marcas de tiros nos edifícios anexos à mansão, e os cartuchos usados foram recuperados nos terrenos da casa. São necessários mais exames para estabelecer se a espingarda encontrada foi usada para o assassinato e para matar os animais, disse Gary Higgins, superintendente da Polícia de West Mercia, enca...

EFE |

EFE pa/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG