Míssil mata cinco no Paquistão

Pelo menos cinco pessoas, incluindo dois combatentes estrangeiros, morreram nesta quarta-feira no disparo de um novo míssil aparentemente americano, perto da zonas tribais do noroeste do Paquistão, área de atuação dos talibãs e da Al-Qaeda.

AFP |

"O ataque aéreo destruiu a casa de um membro de uma tribo local, Saji Mohammad, no distrito de Bannu, perto da fronteira com o Afeganistão", afirmou à AFP um oficial do Exército que pediu anonimato.

A fonte acrescentou que o míssil foi lançado por um avião americano sem piloto.

"Pelo menos dois estrangeiros estão entre os cinco mortos", disse. O Exército paquistanês utiliza o termo "estrangeiro" para designar os combatentes da Al-Qaeda árabes ou da Ásia central, que nas zonas tribais são alojados pelos talibãs paquistaneses ligados à rede de Osama Bin Laden.

Há vários meses, os disparos de mísseis por aviões sem piloto americanos que combatem os talibãs no Afeganistão são praticamente diários nas zonas tribais paquistanesas.

Washington não comenta e também não nega os disparos, enquanto Islamabad se limita a protestar publicamente.

str-rj-jaf/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG