Mísseis dos EUA matam 25 no Paquistão, diz Talibã

Islamabad, 14 fev (EFE).- Pelo menos 25 pessoas morreram vítimas do impacto de dois mísseis que teriam sido lançados por aviões americanos não tripulados contra o cinturão tribal paquistanês, na fronteira com o Afeganistão, asseguraram hoje fontes do movimento Talibã citadas pelo canal de TV Dawn.

EFE |

O ataque, supostamente dirigido contra a residência de um destacado comandante talibã, aconteceu na região de Ladha, situada na demarcação tribal do Waziristão do Sul, reduto do líder dos talibãs paquistaneses, Baitullah Mehsud.

Segundo as fontes citadas pela TV "Dawn", os ataques também deixaram mais de 20 feridos, muito deles em situação crítica.

O canal de TV privado "Geo", que não citou suas fontes, situou em 16 o número de mortos e informou que o ataque consistiu do lançamento de dois mísseis.

Os ataques de aviões espiões americanos contra alvos fundamentalistas são frequentes nas áreas tribais paquistaneses.

Esse é o segundo ataque com essas características desde que Barack Obama assumiu a Presidência dos EUA, embora desde setembro tenham ocorrido mais de 30. EFE igb/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG