Missão naval da UE tem sucesso em primeiro trabalho de escolta

Bruxelas, 18 dez (EFE).- Uma fragata britânica da operação naval antipirataria da União Européia (UE) nas águas da Somália completou hoje com sucesso sua primeira missão como escolta de um navio do Programa Mundial de Alimentos.

EFE |

Segundo comunicado oficial, a fragata HMS Northumberland acompanhou, de Mombaça, no Quênia, ao porto somali de Mogadíscio o Semlow, que já foi vítima da pirataria, em um percurso de 500 milhas marítimas - cerca de 926 quilômetros.

O navio do Programa Mundial de Alimentos da ONU transportava provisões para mais de 50 mil somalis, muitos deles refugiados pelo conflito político e militar que castiga seu país.

O comandante do HMS Northumberland, Martin Simpson, afirma, na nota de imprensa que sua fragata já estava há vários meses "acostumada a lidar com os piratas" e, por isso a tripulação estaria "preparada para qualquer eventualidade".

"Não pode haver missão mais valiosa do que ajudar a transportar ajuda alimentícia a um país castigado pela guerra", disse Simpson, declarando-se agradecido por ter tido esse "enorme privilégio".

Os ministros de ARelações Exteriores da União Européia aprovaram em 8 de setembro a missão "Atalanta", para dissuadir, prevenir e reprimir a pirataria em águas próximas à Somália. EFE met/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG