Missão humanitária resgata restos mortais de refém das Farc

A missão humanitária encabeçada pela senadora colombiana Piedad Córdoba já recebeu os restos mortais do capitão Julián Guevara, informou o porta-voz do Comitê Internacional da Cruz Vermelha (CICV), Adolfo Beteta.

Ansa |


Segundo ele, não é possível estabelecer um horário para o término da operação, pois o helicóptero brasileiro que transporta a equipe de resgate terá que realizar uma parada no aeroporto de San José del Guaviare para reabastecer, antes de retornar à cidade de Villavicencio.

A operação começou às 9h56 locais (11h56 no horário de Brasília), com a decolagem da aeronave brasileira do aeroporto Vanguardia.

Antes do começo dos trabalhos, o grupo responsável pelo resgate agradeceu ao governo brasileiro pela colaboração nas libertações dos reféns da Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

A delegação também realizou uma oração junto a Dom Leonardo Gómez Serna, bispo de Magangue e representante da Igreja Católica, um dos membros da equipe.

A entrega dos restos de Guevara, capturado em 1998, é a terceira operação de resgate de reféns das Farc realizada nesta semana.

O soldado Josué Daniel Calvo, que ficou em poder da guerrilha por cerca de um ano, foi libertado no último domingo, e o sargento Pablo Emilio Moncayo, refém há mais de 12 anos, foi solto na terça-feira passada.

Leia mais sobre Colômbia

    Leia tudo sobre: colômbia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG