Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Missão francesa para ajudar Ingrid chega à Colômbia

Um avião francês aterrissou hoje na Colômbia, antes do amanhecer, como parte de uma missão para ajudar a ex-candidata presidencial colombiana Ingrid Betancourt, refém das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) desde 2002, que estaria gravemente doente. Sem entrar em detalhes, uma fonte no gabinete do presidente francês, Nicolas Sarkozy, disse hoje que o avião enviado por Paris para tentar ajudar Ingrid já está na Colômbia.

Agência Estado |

De acordo com o filho de Ingrid, Lorenzo Delloye, sua mãe precisa de uma transfusão de sangue e de tratamento médico com urgência. Em entrevista concedida ontem em Paris, onde vive, ele afirmou que sua mãe sofre de hepatite B e tem uma doença de pele. "Caso ela não receba transfusão nas próximas horas, pode morrer", disse ele. "Já não há tempo. Ou libertamos minha mãe e os outros reféns ou os perderemos, e isso é questão de horas", afirmou.

O governo francês anunciou ontem o início de uma missão conjunta com Espanha e Suíça para chegar aos reféns das Farc. O presidente da França, Nicolas Sarkozy, informou que enviaria uma missão humanitária à Colômbia. A missão tem como objetivo primordial dar cuidados médicos urgentes e tentará chegar até Ingrid Betancourt, ex-candidata presidencial e que também possui cidadania francesa.

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG