Missão enviada para socorrer Ingrid Betancourt volta à França

O avião francês com equipamento médico deixou Bogotá nesta quarta-feira, depois do fracasso da missão enviada pelo presidente Nicolas Sarkozy para tentar socorrer na selva a refém da guerrilha das Farc Ingrid Betancourt, constatou um correspondente da AFP.

AFP |

A aeronave decolou às 15H30 local (17H30 Brasília).

Em comunicado, as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) consideraram improcedente na terça-feira a missão enviada por Sarkozy.

Com o apoio de Suíça e Espanha, além da "autorização" do presidente colombiano, Alvaro Uribe, Sarkozy enviou a missão devido aos fortes rumores sobre o delicado estado de saúde de Ingrid, que também tem nacionalidade francesa.

Também por causa desses rumores, a França já havia pedido ao líder das Farc, 'Manuel Marulanda Vélez', que libertasse imediatamente a refém, em poder da guerrilha desde fevereiro de 2002.

"Pelas mesmas razões expostas ao CICR (Comitê Internacional da Cruz Vermelha) em 17 de janeiro, a missão médica francesa não é procedente, e muito menos quando não é resultado de acordo, mas sim da má-fé de Uribe em relação ao governo francês", declarou em um comunicado o grupo guerrilheiro.

Além disso, as Farc reiteraram sua exigência de que Uribe ordene a desmilitarização, por 45 dias, dos povoados do sudoeste da Colômbia para negociar a troca de 500 guerrilheiros presos por pelo menos 39 reféns, entre eles Ingrid Betancourt, três americanos e dezenas de policiais e militares colombianos.

A presidência francesa considerou a recusa das Farc como uma "falta política grave e uma tragédia", mas anunciou que continuará trabalhando por Ingrid e pelos demais reféns.

Esta foi a segunda missão enviada por Paris em prol de Ingrid Betancourt; ambas fracassaram. Em 9 de julho de 2003, um avião militar francês C-130 aterrizou na cidade de Manaus sem permissão das autoridades brasileiras, supostamente com a missão de receber a refém.

pro/ap/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG