Missão da UE no Kosovo detém 4 suspeitos de crimes de guerra

Pristina, 23 set (EFE).- Quatro servo-kosovares acusados de crimes de guerra durante o conflito de 1998 e 1999 foram detidos hoje pelas forças da missão da União Europeia (Eulex), na região de Gnjilane, no leste do Kosovo.

EFE |

"A Polícia da Eulex, apoiada pela Polícia kosovar, deteve quatro servo-kosovares suspeitos de crimes de guerra. A detenção foi ordenada pelo promotor da Eulex, sob cuja autoridade se desenvolve a investigação", explicou a missão europeia, em comunicado.

A Eulex não ofereceu mais informações sobre os crimes pelos quais os quatro detidos são acusados.

A emissora de rádio sérvia "B-92" aumentou para cinco o número de detidos.

A missão Eulex foi mobilizada no Kosovo em dezembro do ano passado e conta com cerca de 1,9 mil policiais, promotores, juízes e agentes alfandegários, cuja missão é apoiar as autoridades de Pristina em matéria de segurança e legislação. EFE Bg-as/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG