Missão da OEA só irá a Honduras a partir do fim do mês

Washington, 11 ago (EFE).- A missão de chanceleres que hoje iniciaria uma visita a Honduras para tentar solucionar a crise política do país só viajará a partir do fim de agosto, se o Governo de fato de Roberto Micheletti concordar, disse hoje o secretário-geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), José Miguel Insulza.

EFE |

Em entrevista coletiva após uma reunião do Conselho Permanente da OEA, Insulza disse que gostaria de visitar Honduras "imediatamente após" a visita da Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH), que acontecerá entre 17 e 21 de agosto. EFE ca/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG