Missão alemã no Afeganistão custou 3 bilhões de euros

Berlim, 11 out (EFE).- A missão do Exército alemão no Afeganistão teve, desde o início, em dezembro de 2001, um custo próximo a 3 bilhões de euros para o contribuinte.

EFE |

Essa informação veio de uma resposta do Ministério das Finanças alemão a uma interpelação parlamentar dos Verdes no Bundestag (Câmara Baixa do Parlamento), que será publicada pelo semanário alemão "Der Spiegel" em sua próxima edição.

Até o final de 2007, a Alemanha gastou 2,4 bilhões de euros para o cumprimento da missão das tropas alemãs na Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf), enquanto, para este ano, estão orçados outros 388 milhões de euros.

Este último número provavelmente será aumentado, já que o orçamento só estava calculado até 13 de outubro, data do final do mandato, que deve ser ampliado esta semana pelo Bundestag por mais 14 meses.

Para o novo período do mandato para as tropas alemãs deslocadas ao Afeganistão, já foi orçado 688 milhões de euros e, com isso, a despesa militar da Alemanha naquele país é quatro vezes maior que os gastos civis civil.

Desde 2001, a Alemanha gastou pouco mais de 830 milhões de euros em programas de ajuda ao desenvolvimento no Afeganistão, enquanto, só na aquisição e manutenção de material bélico, o Governo de Berlim desembolsou no mesmo período de tempo 1,1 bilhão de euros. EFE jcb/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG