Ministros israelenses querem congelamento do diálogo com palestinos e Síria

Os ministros israelenses do Interior, Meir Sheetrit, e da Infra-Estrutura, Binyamin Ben Eliezer, afirmaram que são favoráveis ao congelamento das negociações com os palestinos e a Síria até as eleições antecipadas em Israel, previstas para o início de 2009.

AFP |

Sheetrit, membro do Kadima, o partido centrista no poder dirigido por Tzipi Livni, declarou à rádio pública que as negociações com os palestinos e os sírios "não podem avançar durante o período eleitoral em Israel e nos Estados Unidos".

"Na atual situação política, o governo de transição e o Parlamento não poderiam ratificar nenhum acordo. Não podem acontecer progressos significativos, tanto os sírios como os palestinos compreenderam bem".

Binyamin Ben Eliezer, um dos líderes do Partido Trabalhista, considera que um governo de transição "não pode tomar decisões estratégicas que afetem a existência do Estado de Israel".

Israel celebrará eleições antecipadas entre o fim de janeiro e o início de fevereiro de 2009, já que Livni, atual ministra das Relações Exteriores, não conseguiu formar uma coalizão governamental.

jlr/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG