Ministros de partido judeu ultraortodoxo boicotam reunião com o Papa

Os quatro ministros israelenses do partido ultraortodoxo sefardita Shass boicotaram a reunião desta segunda-feira entre o presidente Shimon Peres e o Papa Bento XVI, devido a seu passado nas Juventudes Hitleristas, anunciou um porta-voz do partido.

AFP |

"Eles escolheram não participar desta reunião por causa do passado do Papa nas Juventudes Hitleristas e por respeito às vítimas do Holocausto", afirmou à AFP o porta-voz Roi Lashmanovich.

O presidente do Parlamento israelense (Knesset), o número três do Estado, não integrou a comitiva que recebeu o Papa em sua chegada ao país, mas deve se encontrar com o Sumo Pontífice no fim da tarde de hoje no memorial de Yad Vashem.

mib/yw

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG