(Atualiza com a presença na viagem do ministro britânico) Paris, 31 out (EFE).- Os ministros de Exteriores da França, Bernard Kouchner, e do Reino Unido, David Miliband, viajam hoje juntos à República Democrática do Congo (RDC) e poderiam ir também a Ruanda.

O Ministério de Exteriores da França anunciou que os dois ministros partem em direção a Kinshasa e que devem também ir a Goma, cidade do leste do país na qual, nos últimos dias, se intensificaram os combates entre tropas do Exército e os rebeldes tutsis.

Entre os objetivos desta missão franco-britânica, "o primeiro é levar uma mensagem política muito clara da Europa para pedir efetivamente que a situação se estabilize e que, politicamente, os diferentes atores aceitem conversar", disse o porta-voz ministerial Eric Chevallier.

O segundo objetivo consiste em examinar "a situação da população civil", já que "Europa decidiu acrescentar uma contribuição importante aos esforços humanitários para a zona de Goma", disse Chevallier.

Além disso, "trata-se de avaliar a situação da segurança" e reafirmar o apoio da União Européia (UE) à missão das Nações Unidas na zona (Monuc).

A possibilidade de que os dois ministros vão também a Kigali tem a ver com os supostos vínculos de Ruanda com a guerrilha do Congresso Nacional da Defesa do Povo, contrário ao regime de Kinshasa.

Dezenas de milhares de pessoas se concentraram nos últimos dias em campos de deslocados próximos a Goma, na região de Kivu, em torno da qual houve combates entre as Forças Armadas da RDC e rebeldes.

EFE ac/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.