Ministros de Ciência do G8 negociam cooperação tecnológica global

Tóquio, 15 jun (EFE).- Os ministros de Ciência e Tecnologia do Grupo dos Oito (G8) começaram neste domingo uma reunião em Okinawa (sul do Japão), para negociar uma maior cooperação tecnológica na luta contra desafios globais como as doenças infecciosas e a mudança climática.

EFE |

Os representantes de Japão, Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, França, Alemanha, Itália, Rússia e União Européia se reuniram em Nago (Okinawa) para uma cúpula de um dia presidida pelo ministro de Ciência e Tecnologia japonês, Fumio Kishida.

Também foram convidados para a reunião ministros de algumas das economias emergentes mais destacadas, como Brasil, México, China, Índia, África do Sul e Coréia do Sul, para ressaltar a importância da colaboração entre países desenvolvidos e em desenvolvimento na solução dos problemas globais.

Espera-se que os ministros de Ciência e Tecnologia presentes na cúpula falem de colaborar para o estabelecimento de uma sociedade de baixas emissões de carbono, que se conseguiria através do desenvolvimento de tecnologias de geração de energia limpa, como por exemplo os biocombustíveis.

Segundo a agência local de notícias "Kyodo", os participantes falarão sobre como promover conjuntamente o uso adequado da ciência e da tecnologia nos países em desenvolvimento para preservar a biodiversidade e assegurar a provisão de água, energia e comida, ao mesmo tempo em que se luta contra as doenças infecciosas.

Os ministros negociarão também a possibilidade de uma colaboração em grande escala em atividades de pesquisa e desenvolvimento, que incluiriam a troca de recursos humanos, segundo "Kyodo".

Os resultados da cúpula vão ser divulgados como é habitual no final das reuniões de hoje, através de comunicado oficial.

Espera-se que o citado comunicado insista especialmente na necessidade de potencializar a implantação de novas tecnologias nos países em desenvolvimento, como foi estabelecido durante a cúpula internacional das Nações Unidas realizada em dezembro do ano passado em Bali (Indonésia).

A reunião de Okinawa é uma das reuniões ministeriais que servirão como prévia para a cúpula de julho do G8 na ilha de Hokkaido (norte do Japão), na qual a mudança climática e a ajuda ao desenvolvimento dominarão a agenda. EFE icr/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG